segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

Uma Grande Mudança | Crônicas da Gravidez (12 Semanas)

Noooossa, tá empoeirado isso aqui hein?

Mas vou pular a parte das desculpas, pois como escrevi neste post aqui, não quero culpas na minha vida!

O final de ano foi uma correria…não só as correrias normais de final de ano, mas também descobri que estava grávida (tudo devidamente planejado, sem sustos!) em Dezembro e dali pra cá minha vida mudou um pouco…

Eu adoro os famosos "Diários de Gravidez" e acompanhei alguns em blogs e no youtube, mas nem pensei em fazer achando que poderiam ser um pouco repetitivo demais, visto que é só ler os aplicativos e blogs de gestação para perceber que a maioria das grávidas tem os mesmos sintomas nas mesmas semanas.

Me digam se estou errada!

Quando senti a necessidade de anunciar que estava grávida nas minhas redes sociais (algumas amigas super próximas ainda nem sabiam por não ter me encontrado nos primeiros meses) eu escrevi um texto, relatando um pouco as mudanças do momento e aparentemente as pessoas gostaram, por isso vou colar aqui, para que mais gente possa ter acesso e acompanhar este momento tão especial para mim….

Espero que gostem!


"E como num passe de mágica eu parei de gostar de chá e abacaxi ficou melhor que chocolate. Tenho mais medo de mosquito do que de ladrão e 40% a mais de sangue nas veias (que fervem rápido quando algo me irrita!!!!). 


Meu projeto verão agora consiste em uma barriga positiva, que embora ainda pareça de chopp eu exibo com orgulho em roupas que deixam de caber num piscar de olhos. Dormir se tornou o melhor programa do mundo e eu trocaria um final de semana em Paris por uma tarde de sono (obrigada Deus, por não ter tido que tomar esta decisão). 


Por falar em dormir, agora acordo duas, três vezes por noite e tenho fome 24 horas por dia. Frutas e legumes viraram referencia de tamanho e o tempo é contado em semanas, esperando mais ansiosa por um exame do que por uma boa festa


São tantas mudanças...e quando eu achei que eu estava tão diferente de mim mesma, foi que me senti mais completa. Tudo culpa desse serzinho (lindo e parecido com a mãe, me digam?) que já chegou chegando e mostrando quem manda aqui agora!"

Um comentário: